UNIDOS PELA PRESERVAÇÃO

O futuro da natureza depende do que você faz agora. Ajude a cuidar de nossas árvores, dos nossos animais, das nossas flores, principalmente dos nossos rios, mares e lagos, eles são a preservação da vida na terra. Faça sua parte! Autor: Júlia Kranz Kniest

SEJAM BEM VINDOS!!!

sábado, 30 de junho de 2012

COR É VIDA, COR É ENERGIA...

SIGNIFICADOS DAS CORES
AS CORES DO ARCO-ÍRIS


    Você sabia que foram os gregos os primeiros a preocupar-se com o estudo das cores? Mas também sabemos que os homens pré-históricos já se preocupavam em colorir seus desenhos nas cavernas (pinturas rupestres) e, para isso, copiavam as cores da natureza.
    O mundo que nos cerca é colorido. Observe a natureza, a cor está em toda parte e de muitas formas: no mar, no céu, na terra, no sol, nas florestas, nos animais, nos pássaros e nas flores. Que lindo é a natureza, tão colorida! Se você não pode neste momento olhar a natureza, observe as coisas que o cercam. Observe como as roupas das pessoas são coloridas, os objetos da cozinha, os objetos da decoração, os meios de comunicação, as fotografias, a escova de dente. Que bom que as coisas tem cor! Pois isso torna a vida alegre...
    As cores pode influenciar nossas emoções, nosso organismo e até nosso humor. Vaja: o vermelho representa o fogo e o sangue, transmite dinamismo e sensação de violência e paixão; por outro lado, o azul representa o céu, a imensidão, a calma, a tranquilidade. É uma das cores mais escolhidas universalmente. Geralmente revela introversão e sensibilidade.
   Podemos dizer que as primeiras cores que se tem noticia, são as da natureza, pois cada elemento que compõem já surge com a cor que o caracteriza. Veja como as flores são coloridas e belas, assim como os animais. Observe uma arara, ela é linda, toda colorida é nenhuma pessoa é responsável por isso, não foi lá colori-la, ela já nasceu assim, pois é um elemento que faz parte do milagre da natureza.
____________________________________________________________________________

Cores primarias - Também chamadas de cores puras, pois não precisam de misturas de outras cores  para se formarem. São elas: azul, amarelo vermelho.

Cores secundarias - Surge da mistura das cores primarias. São elas: Verde, roxo e laranja.

Cores terciarias - Surge da mistura das cores primarias com as secundarias. Temos que misturar duas cores para formar uma terceira cor.

Vermelho+roxo = vermelho arroxeado ou roxo avermelhado
Verde+azul = verde azulado ou azul esverdeado
Amarelo+laranja = amarelo alaranjado ou laranja amarelado

Cores naturais - caracterizam-se pela  não predominância de tonalidades quentes ou frias. São elas: preto, branco e a junção das duas cores que é o cinza. Preto+branco = CINZA 
Cor luz - é aquela que podemos ver através dos raios luminosos,  como aquela que vemos nos arco-íris, nos diamantes lapidados, nas superfícies dos CDs.

Cor pigmento - É aquela que podemos extrair da natureza, como das plantas, das sementes ou do barro da terra, que é a tinta usada pelos índios para pintar o corpo ou, então, aquela fabricada pelo homem e vendida nas lojas, como tinta para tela ou para pintar uma casa.

Cores quentes - as cores quentes transmitem-nos energia e calor, pois lembram-nos o sol e o fogo. São cores alegres que tem o poder de aproximar as imagens e fazê-las parecer maiores do que são. São elas: vermelha, amarelo e laranja.

Cores frias - as cores frias transmitem-nos calma, tranquilidade e tristeza, pois lembram-nos água, mar, vegetais, florestas. tem o poder de afastar imagens e fazê-las parecer menores. São elas: Azul, verde e violeta.

Fonte: Livro da Editora Educarte





Aquarela


Numa folha qualquer
Eu desenho um sol amarelo
E com cinco ou seis retas
É fácil fazer um castelo
Com o lápis em torno da mão
E me dou uma luva
E se faço chover
Com dois riscos tenho um guarda chuva
Se um pinguinho de tinta
Cai num pedacinho azul do papel
Num instante imagino
Uma linda gaivota a voar no céu
Vai voando,
Contornando a imensa curva norte sul
Vou com ela viajando
Havaí, Pequim ou Istambul
Pinto um barco a vela,
Branco, navegando,
É tanto céu e mar num beijo azul
Entre as nuvens vem surgindo
Um lindo avião rosa e grená
Tudo em volta colorindo
Com suas luzes a piscar
Basta imaginar e ele está partindo,
Sereno, lindo,
E, se a gente quiser,
Ele vai pousar
Numa folha qualquer
Eu desenho um navio de partida
Com alguns bons amigos
Bebendo de bem com a vida
De uma América a outra
Consigo passar num segundo
Giro um simples compasso
E num círculo eu faço o mundo
Um menino caminha
E caminhando chega num muro
E ali logo em frente
A esperar pela gente o futuro está
E o futuro é uma astronave
Que tentamos pilotar
Não tem tempo nem piedade
Nem tem hora de chegar
Sem pedir licença
Muda nossa vida
E depois convida
A rir ou chorar
Nessa estrada não nos cabe
Conhecer ou ver o que virá
O fim dela ninguém sabe
Bem ao certo onde vai dar
Vamos todos numa linda passarela
De uma aquarela
Que um dia enfim
Descolorirá
Numa folha qualquer
Eu desenho um sol amarelo
(que descolorirá)
E com cinco ou seis retas
É fácil fazer um castelo
(que descolorirá)
Giro um simples compasso
E num círculo eu faço o mundo
(que descolorirá) 


Fonte: Letras.com.br
.......................................



Colorir Papel

Jammil e Uma Noites

É um vento que passa e que leva
Raia o brilho de cor amarela
Planta o pé no chão

O amor dando volta na terra
Arco íris de luz aquarela
Banda coração

Vamos ver o pôr do sol
Me dê a mão
Uma estrela só
Não é constelação
Sem destino vamos juntos
Passear feito nuvens no céu
Derramar a tinta colorir papel

É um vento que passa e que leva
Raia o brilho de cor amarela
Planta o pé no chão

O amor dando volta na terra
Arco íris de luz aquarela
Banda coração

Vamos ver o pôr do sol
Me dê a mão
Uma estrela só
Não é constelação
Sem destino vamos juntos
Passear feito nuvens no céu
Derramar a tinta colorir papel

E amanhecer nós dois
Perfume, bem me quer
Tem biscoito, queijo, bolo
Leite no café

Vamos ver o pôr do sol
Me dê a mão
Uma estrela só
Não é constelação
Sem destino vamos juntos
Passear feito nuvens no céu
Derramar a tinta colorir papel (2x) 


Fonte: Kaboyng
--------------------------





Vamos rimar?


Apesar de ser flamenguista
Gosto do verde também
A todos os palmeirenses
Envio meus parabéns.


Verde é vida, é natureza
É viver, é comunhão.
Olhando também o vermelho
Vejo a cor do coração.


Observo o arco-íris
Que beleza natural
É um presente de Deus
É beleza sem igual.


Vejo as nuvens tão branquinhas
Que parecem algodão
Colorido é a arara
Bem corado é o azulão.


Enfim, vivemos cercados
Por muitas colorações
Do papagaio à floresta
Que vemos cores aos milhões.


A vida já é colorida
Pelo dom que Deus nos deu
Viver já é o bastante
Se já ganhou ou perdeu.


Vemos flores ao redor
Onde quer que estejamos
A natureza agradece
Pelo bem que praticamos.
---------------------------
Hermano Alves
01-07-2012














quinta-feira, 28 de junho de 2012

UMA ENTREVISTA COM DEUS






ENTREVISTA COM DEUS


Sonhei que tinha marcado uma entrevista com DEUS. 

-Entre - falou DEUS. Então, você gostaria de me entrevistar ? 

-Se tiver um tempinho, disse eu.. DEUS sorriu e falou; 

-Meu tempo é eterno, suficiente para fazer todas as coisas; Que perguntas você tem em mente ? 

O que mais o surpreende na humanidade ? 

Perguntei... 

DEUS respondeu; 

Que se aborreçam de ser crianças e queiram logo crescer e ai, desejam ser crianças outra vez. 

Que desperdicem a saúde para fazer dinheiro e ai percam dinheiro para restaurar a saúde. 

Que pensem ansiosamente sobre o futuro, esqueçam o presente e, dessa forma não vivam nem o presente, nem o futuro. 

Que vivam como se nunca fossem morrer e que morram como se nunca tivessem vivido. 

Em seguida, a mão de DEUS segurou a minha e por um instante ficamos silenciosos... 

Então eu perguntei; 

-PAI, quais são as lições de vida que deseja que seus filhos aprendam? 

Com um sorriso DEUS respondeu; 

Que aprendam que não podem fazer com que alguém os ame. O certo é se deixar amar. 

Que aprendam que o mais valioso não é o que se tem na vida, mas QUEM se tem na vida. 

Que aprendam que não é bom se compararem uns com os outros. Por que todos serão julgados individualmente sobre seus próprios méritos. 

Que aprendam que uma pessoa rica não é a que tem mais, mas a que precisa menos. 

Que aprendam que só é preciso alguns segundos para abrir profundas feridas nas pessoas amadas e que são necessários muitos anos para curá-las. 

Que aprendam a perdoar, praticando o perdão. 

Que aprendam que há pessoas que os amam muito, mas que simplesmente não sabem como expressar ou demonstrar seus sentimentos. 

Que aprendam que dinheiro pode comprar tudo, exceto felicidade. 

Que aprendam que duas pessoas podem olhar para a mesma coisa e vê-las de forma totalmente diferente. 

Que aprendam que um amigo verdadeiro é alguem que sabe tudo sobre você e gosta de você do jeito que é. 

Que aprendam que não é suficiente que sejam perdoados, mas que perdoem a si mesmos. 

Por um tempo, permaneci sentado, desfrutando aquele momento. 

Agradeci a DEUS pelo seu tempo e por todas as coisas que tem feito por mim. ELE respondeu;

Estarei aqui sempre que alguem precisar de ajuda. Tudo que precisam fazer é chamar por mim. 

Que todos podem esquecer o que EU disse, podem esquecer o que EU fiz, mas jamais EU esquecerei de cada um de vocês. 

Então em gratidão a DEUS ao tempo que ELE nos dedica, será que você consegue arranjar um tempinho para mandar essa mensagem para as pessoas que você gosta ? 

EU ARRANJEI ! 

E estou mandando a você que é especial para mim, faça o mesmo.



---------------------------------------------------------------------------------------------





  Evangelho Lucas 12, 13-21 – “ A ambição é   insensatez
          A ganância é uma arma que dispara contra o próprio ganancioso, é isto o  que nós concluímos pela história que Jesus nos conta. O homem ou a mulher cobiçoso (a ) tem o coração regido pelo desejo de ter sempre mais, de amealhar, de juntar egoisticamente. Quanto mais conseguem ter, mais e mais lutam para conseguir. Acham que a sua vida “vale mais quanto mais pesarem os seus bens” e não conseguem distinguir a diferença entre prosperidade e ambição. Jesus nos adverte: “Cuidado com todo tipo de ganância!” Porém, a ganância e a ambição não estão ligadas somente ao mundo material. Tudo o quanto nós perseguimos com cupidez e desejamos ter como propriedade nossa se constitui um empecilho para  que não sejamos ricos diante de Deus. Deus deseja que o nosso coração seja livre de toda preocupação exagerada com o ter, com o possuir, com o poder. Ele sabe que a nossa alma não descansará em paz se o nosso ideal de vida estiver voltado para a nossa satisfação pessoal e humana. Não sabemos quanto tempo de vida ainda teremos aqui. A nossa alma poderá ser pedida de volta, ainda hoje, e de quem serão os bens que nós acumulamos?   Sejamos, portanto, ávidos do amor de Deus que é a maior riqueza que podemos possuir, no entanto, até mesmo esse amor nós não poderemos guardar somente para nós, porque assim  estaremos sendo também, interesseiros e gananciosos. Estejamos certos de que quem ama com o amor que vem do céu é rico diante de Deus e está pronto (a) para retornar à casa do Pai. A riqueza que  acumulamos no céu é uma oferenda perfeita que agrada a Deus.- Onde você está guardando o “tesouro” que você tem acumulado?- Esse seu tesouro é uma oferta agradável ao Senhor?- O que você tem feito com o Amor de Deus que está no seu coração?-  Você tem outro entendimento desse Evangelho? Peça ao Espírito Santo para iluminar a sua mente e perceba qual a mensagem para a sua situação de vida atual.






quinta-feira, 21 de junho de 2012

IMÃ DE GELADEIRA (UMA ARTE FEITO À MÃO)

Existem enfeites e enfeites para deixar a sua geladeira mais bonita e atraente. compramos no mercado, várias iguarias para deixar o nosso móvel mais bonito. agora observem  estes: feitos  através de inteligência, agulha e linhas de crochês feitos em casa. Assim contribuiremos para a continuidade da arte, que vem sendo  deixada para trás, trocados tão somente pelos produtos fabricados com máquinas que produz a todo vapor para atender a demanda da população.
----------------------------------------------------------------------------------------------------







IZA COM OS SEUS BICHINHOS DE ESTIMAÇÃO

IZA COM O BILIDIN E A TAM
____________________________________________________


Todas as crianças preferem brincar com objetos animados ou inanimados. Todas elas tem 
preferência por alguns animais domésticos. Que posteriormente são chamados de animais de estimação. Exemplo disso é a criança Izabela (Iza), que desde pequenina já frequenta a nossa residência e sempre procurou brincar com alguns ursos de pelúcias que até hoje possuímos. Mas brincava também com o gato de verdade (Gafield) que depois de alguns tempos gerou um filho muito parecido com a sua pelagem totalmente amarela. Esse o chamamos de Bilidin, em homenagem a música de Magary Lorde e a pequena Kalinde Maiara. Cantores baianos que fizeram o maior sucesso no carnaval da Bahia/2012.  Só que a Iza também tem em sua residência a sua gatinha "TAM" que por sinal é muito bonita, com olhos lindos e azuis. 
Como criança, a mesma já observa algumas praticas conservacionistas ao meio ambiente, como veremos a seguir. 

_____________________________________________________
IZABELA (IZA)
BILIDIN
BILIDIN
---------------------------------------------------------------------------------------------

Izabela (IZA) e a TAM
Izabela observando algumas praticas de conservação do meio ambiente. vendo
como fazer para conservar as plantas através de sementes
plantadas em copinhos descartáveis.
TAM


TAM














quarta-feira, 20 de junho de 2012

SÃO JOÃO SÓ É SÃO JOÃO COM O FORRÓ DO GONZAGÃO

QUANDO CHEGA O MÊS DE JUNHO O SERTANEJO SE ANIMA E PROCURA MEIOS PARA DEIXA A VIDA MAIS ALEGRE AINDA. APESAR DO SOFRIMENTO COM AS SECA QUE A CADA DIA ASSOLA A NOSSA TERRA, MAS QUANDO CHEGA ESTE PERÍODO O FORRÓ CORRE SOLTO POR AQUI. É NAS CIDADES E NOS INTERIORES. É ALI QUE EXISTE AS APRESENTAÇÕES DE QUADRILHAS, PAU DE SEBO, QUEBRA POTE, DISTRIBUIÇÃO DE QUENTÃO, PAMONHA, AMENDOIM, MILHO ASSADO NA FOGUEIRA, ENTRE OUTRAS DIVERSÕES... PARA FICAR MAIS ANIMADO AINDA GOSTOSO NÃO PODE FALTAR O FORRÓ PÉ DE SERRA, QUE VARIAS VEZES É LEMBRADO O SEU CRIADOR QUE FOI O MESTRE-REI DO BAIÃO LUIZ GONZAGA. SE FOI..., MAS SEUS SUAS MUSICAS VÃO FICAR IMORTALIZADAS PARA SEMPRE. ENQUANTO EXISTIR HUMANOS NESTA QUERIDA TERRA VÃO ESTAREM PRESENTES AS MUSICAS DO MESTRE LUIZ. TALVEZ OUTROS TENTEM IMITÁ-LO, MAS NUNCA SERÁ SIGNIFICATIVA QUANTO A EFICIÊNCIA DO GRANDE MESTRE. TEMOS O ORGULHO EM SABER QUE NO AUGE DE SUA CARREIRA O MESMO PÔDE SE APRESENTAR MOSTRANDO SEUS GRANDE SUCESSOS AQUI EM POÇO VERDE - SE. EXATAMENTE NO ANTIGO MERCADO DA FARINHA. OUTRA PROXIMIDADE QUE TIVEMOS FOI QUANDO EM UM SÃO PEDRO VEI SE APRESENTAR NUM PALANQUE ARMADO NO CENTRO DE HELIÓPOLIS - BA.
APARENTEMENTE, JÁ ESTAVA COM A SAÚDE UM POUCO DEBILITADA. MAS COMO NORDESTINO SÓ SE ENTREGA QUANDO MORRE, ELE FEZ POR AQUI O SEU ULTIMO SHOW. ORGULHO DA NOSSA GENTE!!! 
---------------------------------------------------------------------------


Luiz Gonzaga foi um ícone da música brasileira, por esse motivo vamos fazer um resumo de sua biografia e prestar uma homenagem a esse personagem tão importante de nossa música, Luiz Gonzaga nasceu em uma fazenda chamada Caiçara na zona rural de Exu na Serra do Araripe no estado de Pernambuco no ano de 1912, exatamente no dia treze de dezembro e foi além de um ótimo cantor, um compositor que fazia músicas que fazem parte da cultura brasileira até os dias de hoje, Luiz Gonzaga era filho de um lavrador e sanfoneiro, senhor Januário José Santos e de Ana Batista de Jesus, agricultora e dona de casa. 

Quanta saudade Luiz Gonzaga deixou, mas também nos deixou um trabalho belíssimo que até hoje e para sempre será admirado por todos nós, tanto os que tiveram oportunidade de ir a um dos seus shows ou até mesmo conviver com ele como também as gerações futuras que reconhecem todo o talento deste homem simples mas que soube fazer de sua simplicidade o ingrediente principal para suas canções.

 Desde pequeno Luiz Gonzaga gostava da sanfona de oito baixos e pegava a de seu pai sempre que podia. Luiz Gonzaga também tocava zabumba quando seu pai participava de festas, feiras e forrós. Ainda garoto Luiz Gonzaga fazia questão de acompanhar seus pais às festas onde podia tocar por mais tempo, diferente dos outros garotos de sua idade que queriam ir para se divertirem, Luiz Gonzaga gostava era de ficar no palco tocando com seu pai e demais músicos. 
No ano de 1930 saiu de casa para servir o exército como voluntário e viajou o Brasil como corneteiro, tocando sanfona em festas. Para ele foi uma fase também muito importante, foi quando teve realmente acesso às várias culturas que encontramos neste país e Luiz Gonzaga pode levar seu talento e sua cultura para várias regiões do país além de alegrar seus companheiros. 

No ano de 1939 saiu do exército e foi morar no Rio de Janeiro com sua primeira sanfona nova e tocava em festas na Lapa ou se apresentava nas ruas passando o chapéu. O homem simples não tinha vergonha de se apresentar na rua e foi assim, longe dos holofotes, longe dos palcos que ele começou sua carreira no Rio de Janeiro, tocando na rua, apenas um estranho, apenas mais um entre muitos que buscavam ganhar algum dinheiro para sobreviver na cidade maravilhosa. 

Mas seu talento era muito grande e logo começou a participar de programas de calouros e no programa de Ary Barroso na Rádio Nacional finalmente ganhou o primeiro lugar com sua música Vira e Mexe. Já nesta época Luiz Gonzaga atraia a atenção das pessoas, já tocava bem melhor, sua voz inconfundível dava nova tonalidade às canções e o ritmo não deixava ninguém ficar parado e tudo isto despertava a atenção das pessoas e começava já a chegar também nas rádios. 
Luiz Gonzaga ainda jovem.
No ano de 1943 ainda na Rádio Nacional começou a se vestir de vaqueiro nordestino e começou a parceira com Miguel Lima, transformando a música Vira e Mexe em Chamego que obteve bastante sucesso, recebendo nesta época o apelido de Lua do amigo Paulo Gracindo. Com Miguel Lima ele compôs várias músicas de sucesso, como Dança Mariquinha, Cortando Pano, Penerô Xerém, Dezessete e Setecentos gravados pelo sanfoneiro e cantor alcançando bastante sucesso
 Depois começou a parceria com Humberto Teixeira e os dois compuseram sucessos como Baião, Meu Pé de Serra, Juazeiro e Mangaratiba, Paraíba, Baião de Dois e uma das mais bonitas canções da música brasileira, Asa Branca. Esta música tornou-se praticamente um hino do povo sofrido do nordeste brasileiro, mas é difícil encontrar alguém que não se emocione ao ouvir Asa Branca, principalmente quando cantada por Luiz Gonzaga. 

Casou-se no ano de 1948 com Helena das Neves quando já tinha assumido a paternidade de Gonzaguinha, seu filho com a cantora Odaléia. Já no ano de 1950 fez parceria com Zé Dantas e fizeram sucessos como A Volta da Asa Branca e Cintura Fina. Depois deste ano, começou novamente a fazer shows pelo interior do país continuando muito popular. Neste período Luiz Gonzaga já era bem mais conhecido e seus shows estavam sempre cheios, por onde passava o sucesso era garantido. 

Depois da morte de Zé Dantas, fez parceira com Hervê, Cordovil, João Silva e outros, gravando Triste Partida um dos seus grandes sucessos, ganhou o apelido de Rei do Baião dos cidadãos paulistas e até hoje é conhecido como tal. Luiz Gonzaga, o Rei do Baião, não parou mais de fazer sucesso e se tornou um dos artistas mais conhecidos e respeitados do Brasil.

Luiz Gonzaga canta seu grande sucesso "Asa Branca" com direito a orquestra:
Gravou nos anos oitenta com cantores de grande sucesso como Raimundo Fagner, Dominguinhos, Elba Ramalho, Milton Nascimento e outros, conseguindo alavancar ainda mais sua carreira. Ao todo, Luiz Gonzaga conseguiu gravar em toda sua vida cinquenta e seis discos compondo mais de quinhentas canções de grande sucesso nacional. Recebeu no ano de 1984 o primeiro disco de ouro com o Danado de Bom, outro grande sucesso. 

No ano de 1989 no dia dois de agosto às cinco e quinze da manhã morreu o Rei do Baião, depois de quarenta e dois dias internado no Hospital Santa Joana na cidade de Recife e no seu sepultamento compareceram mais de vinte mil pessoas que cantaram Asa Branca quando o caixão descia às quatorze horas e cinquenta minutos do dia quatro de agosto. Uma data que ficou marcada na vida de muitos brasileiros. 

 E assim o Brasil perdia um ícone da música popular e ganhava um mito que viverá para sempre em suas músicas, pois o homem simples soube cantar a simplicidade do sofrido povo brasileiro e chegou a conquistar a todos, independente da classe social, Luiz Gonzaga é querido por todos, é sem dúvida alguma o eterno Rei do Baião.

Fonte:  http://dicasgratisnanet.blogspot.com.br
-------------------------------------------------------------------


AMOS RIMAR?

Vou contar uma história
Ao bom povo do sertão
De um artista preferido
Por nome rei do baião.

Tocou pra todo nordeste
Todo povo conheceu
Pior foi saber que um dia
O velho Lula morreu.

O sucesso que fazia
Alegrar nosso sertão
Pra saber que existia
O criador do baião.

Nas quadrilhas pé-de-serras
No forró do meu sertão
Todo dia é lembrado
O grande Rei do Baião.

A saudade nos domina
Quando chega o são João
Embalado pelo xote, o
Xaxado e o baião.

Junho, mês da alegria
Da fogueira, do quentão
É tempo de relembrar
Do Gonzaga forrozão.

Do autêntico pé-de-serra
Famoso pelo Nordeste
Do milho assado na brasa
Do povo cabra da peste.

Nas quadrilhas nordestinas
Dançadas pelo sertão
Temos o xote e xaxado
Do saudoso Gonzagão.

Foi assim que nosso povo
Sofrido deste sertão
Aprenderam a admirar
Nosso Lula GONZAGÃO.


Na feira, nos escritórios.
Onde quer que você vá
Pode ouvi a asa branca
Um sucesso popular.

Por isso agradecemos
Seu sucesso popular
Foi se um grande homem
Que muito nos fez alegrar.

Saudamos a Luiz Gonzaga
Pelo sucesso que fez
Uma vez um bom forró
Outra vez, outra vez, outra vez.

Seus sucessos tão presentes
Na vida de todos nos
Quem um dia não ouviu
Seu lindo timbre de voz?

Quando puxava a sanfona
Nas quebradas do sertão
Todo povo já sabia
A fama do Gonzagão.

Em sua longa trajetória
Dento do nosso Brasil
Cantava em prosa e versos
Esta terra varonil.

Foi assim que deu inicio
Nosso grande forrozão
Trazido de Pernambuco
Para todo o sertão.

Cantava o nosso Lula
Tudo de bem e melhor
Da seca que assolava
O sertão do Seridó.

Foi exercito brasileiro
Defendeu nosso Brasil
Cantou xote e baião
Nesta terra varonil.

Já falemos um pouquinho
De quem cantou para nós
Alegrou nosso NORDESTE
Com a sua bela voz.

Seu DNA nordestino
Com muita dignidade
Fez crescer a nossa crença
Pra viver em liberdade.

Falar do nosso Luiz
É falar da nossa gente
Fico feliz só de vê
O nosso povo contente.

Salve, salve nosso Lula
Pela alegria que fez
Somos fãs de carteirinhas
Quem dera o rever outra vez!!!!


------------------------------------
Hermano Alves
Poço Verde - SE
20.06.2012



terça-feira, 19 de junho de 2012

MAIS UMA IDEIA ESPETACULAR PARA RECICLAR AS GARRAFAS PET'S


Quase toda a população mundial anda procurando soluções práticas para tirar de circulação tudo aquilo que venha prejudicar mais ainda o nosso já sofrido meio ambiente. assim, a cada dia surge uma ideia interessante. exemplo disso é a vassoura construída com a garrafa de refrigerante. ao parar para pesquisar na net, me deparei com mais essa idéia encontrada no site citada logo abaixo da postagem. ou seja o recicloteca. tenho também um pequeno projeto de reciclagem de pet, que é o projepet. Onde aproveitamos as famosas garrafas pets para construirmos canteiros para o cultivo de plantas medicinais e hortas de vegetais e verduras. Conforme mostrei um pouco aqui mesmo neste blog. Juntamente com os alunos da escola onde leciono, fazemos a coleta das garrafas e posteriormente construímos canteiros circulares em forma de mandalla. Isso para o mundo é apenas um grão de areia, mas de ideias e ideias chegaremos muito longe. Aponto de fazer a NATUREZA "respirar " melhor. 






VASSOURA DE PET
O que você precisa:
  • 18 garrafas de refrigerante de plástico PET de 2 litros
  • cabo de vassoura
  • tesoura
  • estilete
  • furador
  • arame
  • martelo
  • pregos
 Etapas:
1. Retire o rótulo da garrafa.
2. Retire o fundo da garrafa, cortando com o estilete.
3. Faça cortes na garrafa até a parte mais arredondada
A garrafa vai ficar com tirinhas de cerca de 0,5 cm.

4. Retire o gargalo com a tesoura.
5. Faça 18 peças sem gargalo e deixe uma com o gargalo.
6. Encaixe as peças sem gargalo, uma a uma, por cima da peça com gargalo. Está pronta a base da vassoura
7. Corte a parte superior de outra garrafa e encaixe por cima da base da vassoura que você acabou de preparar
8. Faça dois furos e encaixe o arame, atravessando todas as camadas de garrafas
9. Puxe o arame até o outro lado e torça as pontas para arrematar
10. Fixe as peças com o auxílio de  dois pregos
11. Está pronta sua vassoura. E pode acreditar, ela varre de verdade!






Fonte:  http://www.recicloteca.org.br 


segunda-feira, 18 de junho de 2012

BENEFÍCIOS DO TOMATE


Os benefícios do Tomate previnem câncer e controla a diabetes



Frutos são quaisquer estruturas das Angiospermas que contém sementes, assim, Tomates são frutos e nãolegumes, pois contém sementes. (Fonte: Wikipedia) | Imagem: Reprodução
Apesar de ser coloquialmente chamado de verdura, o tomate é uma fruta altamente cultivada e consumida no mundo inteiro. Contendo apenas 21 calorias  a cada 100 gramas, o tomate é uma das frutas com menor índice calórico.
94% de sua composição é de água, o restante são vitaminas  (A, B1, B2, B6 e C), folatos, potássio, ferro, magnésio e fósforo. Além de outras substâncias importantíssimas para nós, como fibra vegetal que além de ser laxante ajuda a reduzir o colesterol.

Prevenção do câncer de próstata

Esta fruta vermelha é um dos alimentos mais ricos em licopeno, substância que impede a oxidação das células da próstata, e seu crescimento anormal. Portanto, todo homem deveria comer tomate diariamente e aproveitar suas propriedades anticancerígenas.
Mas é importante lembrar que o licopeno é mais presente no tomate vermelho que no verde, e também que ele é mais bem absorvido pelo corpo quando comemos o tomate frito ou cozido, e acompanhado de um pouco de azeite. Ou até mesmo o molho de tomate pode ser mais nutritivo que ele cru.
Atenção mulheres:  Apesar de ter nutrientes mais focados na proteção da próstata, o tomate também é um ótimo alimento preventivo do câncer de mama. Fiquem ligadas!

Outros benefícios que o tomate pode trazer à sua vida

  • Alcaliniza o sangue
  • Facilita o trabalho dos rins
  • Previne infarto e outros transtornos na circulação arterial
  • Estimula o sistema imunológico
  • Previne todo tipo de câncer do aparelho digestivo (boca, esôfago, cólon, reto)
  • Age como um antiinflamatório natural
  • Beneficia controlando o colesterol
  • Reduz as crises de enxaqueca
  • Beneficia a saúde do pâncreas
  • Beneficia o controle da diabetes

Tratamento de doenças

Graças a suas propriedades antiinflamatorias o tomate serve como remédio caseiro para tratar as patologias que envolvem inflamação, como a amigdalite por exemplo, que se trata de uma inflamação nas amígdalas. Basta fazer gargarejo 3 vezes ao dia com suco de tomate verde, e também fazer cataplasmas quentes no pescoço utilizando tomate cozido misturado com um pouquinho de azeite.
Por ser considerado alcalinizador, o tomate ajuda também a combater o excesso de ácido úrico, tornando-se assim excelente para pessoas que têm reumatismo. É só fazer um suquinho de tomate com salsa e tomar 4 vezes por semana que os alívios serão perceptíveis.

Aprenda a fazer molho de tomate

Essa receita é um ótimo acompanhamento para macarrão ou filé à parmegiana, e deixa até mesmo o cachorro quente mais saboroso.
Ingredientes
  • 2 kg de tomate maduro
  • 6 colheres de sopa de azeite
  • 2 dentes de alho
  • cebola pequena
  • Folhas de manjericão a gosto
  • Sal a gosto
  • 1 pitada de cominho
Modo de preparar:
  1. Coloque no fogo o tomate cortado ao meio e sem as sementes, deixe até amolecer
  2. Triture os tomates
  3. Refogue no azeite a cebola picada e o alho amassado
  4. Adicione o tomate processado e o cominho
  5. Cozinhe por 15 minutos em fogo baixo
  6. Coloque o sal e as folhas de manjericão
    FONTE: Remédios caseiros.com

BENEFICIOS DO CAJU


Benefícios do Caju para saúde

Benefícios do caju

Propriedades desta fruta que ajuda até na prevenção de câncer | Imagem: Reprodução
Fruta nativa do Brasil, o caju é encontrado praticamente em todos os estados do país, apresentando predominância na região nordeste, devido ao clima ser mais favorável a seu plantio. Uma das curiosidades sobre ele é a sua divisão ocorrer em duas partes: o pseudofruto, a parte mais carnosa e suculenta do caju e o fruto, que é a sua castanha. Fato este que, em geral, é desconhecido por muitos. Seu pedúnculo floral, o pseudofruto, possui certas variações de cores, como o amarelo, o rosa e o vermelho. O caju, por completo, é riquíssimo em benefícios para a saúde humana, além de bastante utilizado na culinária, surgindo em sucos, pratos e sobremesas.

Benefícios do caju

  • Fortalece o sistema imunológico e tem efeito antioxidante no corpo devido a sua alta concentração de vitamina C, chegando a ser cinco vezes mais rica desta vitamina do que a laranja.
  • Devido as presenças demasiadas de licopeno e beta caroteno, o caju auxilia na prevenção do câncer de próstata e pulmão, havendo inclusive estudos que pretendem comprovar o uso da fruta no tratamento a câncer de mama e boca.
  • Por ser rico em fibras, o caju ajuda no funcionamento do intestino e ajuda também a controlar a saciedade, que é de extrema importância para aqueles que necessitam perder peso.
  • Se misturado o seu suco ao chá de carqueja, estes irão agir na limpeza do organismo e melhor digestão
  • A sua castanha possui ácido anacárdico que tem propriedades fortes contra germes e bactérias. Também auxiliando na amenização de dores dentárias, úlceras e lepra.
  • A polpa do caju é bastante recomendada no tratamento de casos reumáticos e problemas de pele, agindo como depurativo e tônico.
  • Também possui gorduras monoinsaturadas que protegem o coração e reduzem o nível elevado de triglicérides, sendo de valia para pessoas portadoras de doenças cardíacas e diabéticos.

Terapias caseiras com caju

  • Para aftas: aplicar sobre o local suco dos brotos de folhas da árvore do caju.
  • Para feridas e agindo como antissépticos: Fazer cataplasma com os brotos das folhas do cajueiro. Apenas o faça se não houver inflamações e coágulos sanguíneos no local.
  • Para calos verrugas: Fazer cataplasma três vezes ao dia com suco de castanhas frescas
  • Para dor de dente, lepra e psoríase: Fazer aplicação com óleo de castanha de caju. Cuidado com o seu manuseio devido a presença de ácido anacárdico.
  • Para gripe: Ingestão de suco de caju sem açúcar.
  • Reumatismo: Consumir refeição composta exclusivamente por caju no período de dois a três dias.










Fonte: Remédios caseiros.com

sábado, 9 de junho de 2012

MÉTODOS DE MULTIPLICAÇÃO DOS VEGETAIS




MÉTODOS DE MULTIPLICAÇÃO DE PLANTAS





ESTAQUIA

O que é

A estaquia, ou "multiplicação por estacas", é um meio de reprodução assexuada (propagação vegetativa), muito utilizada nas produções de mudas de plantas, principalmente as ornamentais e frutíferas.
O método consiste no plantio de um ramo ou folha da planta, desenvolvendo-se uma nova planta a partir do enraizamento das mesmas.
Limitações
Não são todas as plantas que podem ser reproduzidas por estaquia. Cada espécie de planta possui um método diferente mais adequado para sua multiplicação. Algumas espécies muito difíceis de multiplicar por estaquia, podem ser reproduzidas facilmente por outro método: a alporquia. Clique aqui para saber mais sobre a alporquia.

Vantagens

As grandes vantagens de multiplicarmos as plantas por estaquia são: a facilidade de faze-la, e a possibilidade de propagarmos as melhores plantas, conservando as características da mesma.

Como fazer a estaquia?

Como já foi dito, cada planta possui um método mais adequado de propagação. Há alguns tipos diferentes de estaquia, que apresentaremos a seguir. Para fazer a estaquia, é recomendável que procuremos saber qual é o melhor método para a planta que se pretende reproduzir. Caso você não encontre essa informação, tentar alguns métodos até que se consiga o melhor é uma boa opção, já que é um processo relativamente fácil.

Em alguns casos, o uso de hormônios enraizadores (em geral auxinas), ajuda a melhorar a formação de raízes nas estacas. Mas o uso domiciliar é raro, devido ao alto custo e dificuldade de manuseio.

Várias podem ser as partes da planta utilizadas para a estaquia, dentre as principais estão: ramos novos (ponteiros), ramos semi-lenhosos (intermediárias), ramos lenhosos (antigos), ou mesmo folhas.


a) Estacas de ramos novos (ponteiros)
É o método mais adequado para ser utilizado para grande parte das plantas ornamentais, já que as plantas geradas por esse método são em geral, mais parecidas com a planta que as originou.

Para fazer a estaquia por ramos novos:

a.1.) Cortarmos uma ponta de ramo lateral, formando uma estaca de aproximadamente 7 a 12 cm de comprimento. Devemos escolher sempre os ramos mais vigorosos, saudáveis e sem flores.

a.2.) Retiramos as folhas da base das estacas, o que estimula o crescimento de raízes, principalmente nas bases das folhas retiradas.

a.3.) Colocamos os ramos em substrato adequado (terra, areia, entre outros), enterrando a base sem folhas. Assim, novas raízes se formam na planta, originando novas mudas. Em alguns casos, colocam-se as bases da estaca em água ao invés de substrato, plantando as mudas em terra assim que enraizadas.

b) Estacas de ramos semi-lenhosos (tenras na ponta e firmes na base)
Em plantas ornamentais, esse método é muito utilizado para propagar plantas arbustivas.

b.1.) Cortamos um ramo lateral, formando uma estaca de aproximadamente 10 a 15 cm de comprimento. Devemos escolher sempre os ramos mais vigorosos, saudáveis e sem flores.

b.2.) Retiramos as folhas da base das estacas, o que estimula o crescimento de raízes, principalmente nas bases das folhas retiradas. É recomendado que cortemos as folhas restantes pela metade, para diminuir as perdas de água por transpiração.

b.3.) Colocamos os ramos em substrato adequado (terra, areia, entre outros), enterrando a base sem folhas. Assim, novas raízes se formam na planta, originando novas mudas.

c) Estacas de ramos lenhosos (firmes, lignificados)
É o método mais utilizado para árvores (a maioria das frutíferas), arbustos e roseiras. Para as plantas cujas folhas caem no inverno (planta decíduas), é recomendado que as estacas sejam feitas quando a planta estiver sem folhas, perto do período de rebrota das folhas.

c.1.) Cortamos um ramo lateral firme, formando uma estaca de aproximadamente 15 a 30 cm de comprimento. Devemos escolher sempre os ramos mais vigorosos, saudáveis e sem flores.

c.2.) Retiramos as folhas da base das estacas, o que estimula o crescimento de raízes, principalmente nas bases das folhas retiradas. É recomendado que cortemos as folhas restantes pela metade, para diminuir as perdas de água por transpiração. Desconsidere essa etapa no caso de plantas decíduas. No caso das roseiras, recomenda-se a utilização de ramos que já floriram, mas sem flores no momento.

c.3.) Colocamos os ramos (estacas) em substrato adequado (terra, areia, entre outros), enterrando a base sem folhas. Essas estacas podem ser plantadas também diretamente no local definitivo, apesar disso, é recomendado o seu plantio anteriormente em vasos ou sacos de mudas. Assim, novas raízes se formam na planta, originando novas mudas.

d) Estacas de folhas
É um método utilizado em plantas ornamentais principalmente em suculentas, mas são utilizadas comercialmente na produção de mudas de algumas espécies de eucalipto. As plantas geradas por este método são muito parecidas com a planta que as originou, sendo por isso um processo interessante.
Como exemplo, mostraremos a reprodução da violeta-africana.

d.1.) Cortamos uma folha saudável da planta, retirando-a até a base.

d.2.) Enterramos aproximadamente um terço da folha em um substrato adequado, com a base da folha para baixo. Para o substrato, pode ser utilizada areia, terra, etc. O mesmo processo pode também, em alguns casos, ser realizado na água. Assim, as folhas enraizarão e formarão novas plantas
.

-----------------------------------------------------------------

Divisão de touceiras (divisão de rizomas, ou divisão de planta)

A divisão de touceiras, ou também chamada de divisão de rizomas, é uma das técnicas mais utilizadas na jardinagem para propagação vegetativa de plantas ornamentais, sendo também utilizada em algumas plantas alimentícias. A técnica consiste no corte dos rizomas subterrâneos, gerando novas plantas. Alguns exemplos de plantas que podem ser reproduzidas por esse meio são: estrelitzia, flor-de-leopardo, moréia, agapanto, grama-preta, várias orquídeas, bananeira, entre muitas outras plantas.

Vantagens

As plantas denominadas “entouceiradas”, geralmente não podem ser reproduzidas por estaquia, enxertia ou alporquia. Normalmente essas plantas podem ser reproduzidas por sementes, demorando mais a atingir a fase adulta e florescer, do que as mudas geradas por divisão de touceiras. Quase todas as plantas podem ser reproduzidas por micropropagação em laboratório, mas é algo inviável para realização doméstica, por motivos óbvios. Além disso, a divisão de touceiras é um método fácil e mais garantido, ideal para multiplicações em pequena escala.

Limitações

Muitas vezes, cada planta gera poucas outras plantas por vez que é dividida, diferentemente da reprodução por sementes e pela micropropagação.

Como realizar a divisão de touceiras

Este é um método relativamente fácil de ser aplicado. O método pode ser generalizado da seguinte forma:

1) Certifique-se de que a planta já pode ser dividida, contando-se o número de brotação, que em geral, devem ser de no mínimo 6. Se a planta estiver no solo, devemos desenterra-la inteira ou parcialmente, com uma boa quantidade de solo, de preferência, com o auxílio de uma enxada. Se estiver em um vaso, retire a planta totalmente do vaso.

2) Retire o excesso de solo, para que o rizoma e as raízes possam ser vistos melhor. Separe a planta em partes que contenham pelo menos 3 brotações, para que haja melhor pegamento. Assim, obtém-se novas mudas da planta.

3) Na maioria dos casos, a nova muda já pode ser plantada em seu local definitivo, por já ter suas estruturas bem formadas. Recomenda-se a rega regular, sem encharcamentos.

-----------------------------------------------------------------

Alporquia

O que é

A alporquia é uma técnica de multiplicação vegetativa de plantas, utilizada principalmente em algumas plantas com as quais a estaquia não funciona facilmente. Consiste em enraizarmos um ramo quando ele ainda está preso na planta, retirando a muda em seguida. Na realidade, é uma variação da mergulhia, uma outra técnica de propagação vegetativa de plantas.
Vantagens
O método funciona em algumas plantas nas quais a estaquia não é eficiente. A “estaca” continua recebendo água e nutrientes da planta, não utilizando somente as suas reservas, motivo pelo qual é um método mais eficiente.

Limitação

É difícil realizar em relação à estaquia, exigindo mais conhecimento e técnica. Comercialmente, é um método caro e de baixo rendimento, mas ainda é muito utilizado em produções comerciais de mudas frutíferas.

Como realizar a alporquia

Podemos generalizar o processo em algumas etapas, veja a seguir:

1) Inicialmente, devemos escolher um ramo de uma planta adulta. Esse ramo deve possuir de 1 a 3 cm de diâmetro. No ramo escolhido, fazendo um anelamento (retirada da casca) com a ajuda de uma lâmina afiada (faca, canivete, estilete, etc.), sendo este anel formado de 3 a 5 cm de largura.

2) Cobrimos a parte anelada com um material úmido que retenha bem a água, que pode ser: esfagno, mistura de esterco e serragem úmida, entre outros possíveis. Prendemos o material com um plástico, que deve ter as suas pontas bem amarradas. Assim, ocorrerá o enraizamento do material com o passar do tempo, no local cortado.

3) Podemos fazer desde o início, um outro anelamento, pouco abaixo do local em que vai enraizar, o que força a brotação das gemas (enraizamento) no local cortado.
Ao alcançarmos um enraizamento razoável, vamos cortando a base de pouco a pouco com o passar dos dias, até destacarmos completamente o ramo bem enraizado, obtendo-se assim uma nova muda.

4) Devemos passar a muda a um substrato adequado, sem que já seja plantada no seu local definitivo, já que a muda ainda é muito frágil. Essas mudas devem ser mantidas por um certo período em um local protegido do sol forte, molhado constantemente, sem encharcar, até que a muda se torne forte o bastante para ser plantada no seu local definitivo.

-----------------------------------------------------------------

Mergulhia

O que é

A mergulhia é uma técnica de reprodução assexuada de plantas (propagação vegetativa), semelhante à estaquia, sendo a alporquia um tipo particular de mergulhia. O método consiste no enraizamento da planta a ser multiplicada, na própria planta. Isso é feito através do enterramento (mergulho) de um ramo ainda ligado à planta, sendo por isso chamado de mergulhia. Comercialmente, algumas espécies são multiplicadas dessa forma: jabuticabeira, macieira, abieiro, camu-camueiro, entre outras.

Vantagens

Algumas plantas que não podem ser reproduzidas por estaquia, podem ser reproduzidas facilmente por mergulhia.

Desvantagens

É um método mais difícil que a estaquia, sendo recomendado somente quando a estaquia não é possível.

Como realizar a mergulhia

Há vários tipos de mergulhia, mas de maneira geral, podemos simplificar em alguns passos:

1) Escolher um ramo que seja flexível e alcance o chão, sem quebrar. Devemos verificar qual parte do ramo que poderá ser enterrada. A parte enterrada não deve ser o ponteiro, mas sim na parte mediana do ramo. Nessa parte que será enterrada, devemos fazer um anelamento (retirada da casca) de 2 a 3 cm e/ou a retirada das folhas do local.

2) Abaixar o ramo até o solo, e enterrar uma pequena parte do ramo (a que está anelada e/ou desfolhada), prendendo esse ramo ao solo com uma estaca de bambu, pedra, estaca de madeira, ou mesmo com um arame grosso. Recomenda-se regar constantemente, mantendo o solo úmido, sem encharcar, até que ocorra o enraizamento.

3) Após o enraizamento do ramo, basta cortarmos o ramo de uma só vez, ou gradativamente, formando assim uma nova muda. É recomendado que a planta seja plantada em um vaso ou saco de mudas antes do plantio no local definitivo.

-----------------------------------------------------------------

Micropropagação

O que é

A micropropagação, ou também chamada de multiplicação in vitro, ou multiplicação em meio-de-cultura, é um método de propagação vegetativa amplamente utilizado nos dias atuais na produção de mudas. A técnica consiste na separação de algumas células de tecido vegetal, fazendo com que ela se reproduza, formando uma nova planta. Essa técnica de laboratório se baseia no princípio da chamada “totipotência” celular, que é a capacidade de uma única célula vegetal se multiplicar e gerar uma nova planta, o que não é possível nos humanos, exceto com células-tronco.

Vantagens

Por meio dessa técnica, é possível a produção de mudas em larga escala, gerando plantas completamente livres de qualquer doença. Além disso, o processo gera mudas que, em geral, florescem mais rapidamente que as mudas geradas por sementes.

Desvantagens

Alto custo de implantação do sistema, além da necessidade de mão-de-obra especializada.

Como é realizada

É uma técnica inviável para uso doméstico, sendo destinada apenas à produção comercial de mudas, ou à pesquisa. Por esse motivo, não detalharemos a técnica nesse tópico.
Basicamente, uma pequena parte do tecido de uma planta é retirada, sendo colocada em meios de cultura específico, em ambiente com iluminação artificial. As mudas produzidas são transferidas a outros recipientes, até a sua venda e plantio definitivo.


Fonte: http://www.cultivando.com.br/